Agências do Trabalhador registram recorde de 164 mil pessoas empregadas no ano passado

Os 252 postos de atendimento do Sistema Público de Empregos (Sine) no Paraná registraram, ano passado, recorde de pessoas colocadas no mercado de trabalho. Foram 164.644 paranaenses que conquistaram emprego, com a ajuda dos serviços gratuitos das Agências do Trabalhador. Mesmo com a crise financeira mundial, o Estado ultrapassou a marca histórica alcançada no ano anterior, quando foram cerca de 160 mil empregos intermediados.

O resultado surpreendeu e fez crescer a expectativa para este ano. “Nem mesmo os mais otimistas poderiam prever um número tão positivo, o maior destes 30 anos do Sine no Paraná. Este recorde comprova que o Estado superou a crise e que as medidas adotadas pelo governador Roberto Requião foram eficazes no combate às demissões e no fortalecimento da economia”, afirma o secretário estadual do Trabalho, Emprego e Promoção Social, Nelson Garcia.

De acordo com Fernando Peppes, diretor-geral da Secretaria, além da intermediação de mão de obra, que cruza os dados dos candidatos com as exigências das vagas, também se destacaram os programas voltados a trabalhadores com deficiência e a prestadores de pequenos serviços. “O Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência (PPD) registrou 2.136 trabalhadores colocados. A Central do Profissional Autônomo (CPA) realizou quase 2.500 encaminhamentos. São serviços criados no Paraná, pensados para públicos específicos e que ajudam, tanto quem busca um emprego, quanto quem precisa contratar”, explica ele.
PERFIL – Dados do Sistema Público de Empregos mostram que os trabalhadores que concluíram o ensino médio ocuparam mais de 31% das vagas disponíveis no Paraná no ano passado. Aproximadamente 49 mil pessoas com este perfil foram colocadas no mercado de trabalho, enquanto aquelas que não concluíram essa etapa de ensino responderam pelo preenchimento de 26.882 das vagas (17%).
Candidatos com ensino fundamental incompleto preencheram 16,32% das vagas (25.720) e os que terminaram a 8.ª série garantiram quase 15% (23.052) dos postos. Trabalhadores analfabetos ocuparam menos de 1% dos empregos. Os homens conquistaram 63% de todas as vagas abertas (mais de 99 mil oportunidades) e as mulheres garantiram as cerca de 60 mil restantes (37%).
Os empregadores procuraram principalmente pessoas com idade entre 19 e 24 anos. Candidatos com essa faixa etária ocuparam 50.497 postos de trabalho abertos no Sine-PR (32%). Quem tinha de 25 à 30 anos em 2009 ficou com 35.549 vagas (22,55%) e aqueles com até 36 anos responderam por quase 24 mil oportunidades (mais de 15%).
Os setores que mais contrataram através das Agências do Trabalhador foram os de Serviços, Comércio e Indústria, com destaque para a produção de alimentos e bebidas. O número de vagas ofertadas durante o ano chegou a 292.505.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: